0
0
0
s2smodern
Hipócritas cristãos de Sant’Ana e os pusilânimes 200 dias do Governo Bolsonaro

Os 200 dias de governo Bolsonaro pode ser comparado a um atentado a vida com arma de fogo. O presidente da extrema direita do Brasil tem sido extremamente pusilânime com todo o povo brasileiro, principalmente com os da classe média baixa (pobres).

As covaredes reformas trabalhista e da previdência são fichinha na frente do que tem se feito nos bastidores, a agenda para escravidão aplicada pela extrema doente direita do Brasil, aplaude satisfeito o sofrimento dos outros, acredite hipocritamente se dizendo cristão e desejando morte de outro ser humano simplesmente pelo fato de pensar ou acreditar em coisas diferentes.

Se formos nessa lógica “hipócrita cristão” então seremos descendentes de um criminoso? A sociedade religiosa conservadora e rica, escolheu Barrabás (Bar Abbas) ao invés de Jesus, que foi TORTURADO e sentenciado a MORTE por Pôncio Pilatos (o estado), com a ajuda de uma população ensandecida de ÓDIO que riu, chutou, cuspiu e apunhalou o condenado Jesus até sua morte.

Hipócritas cristãos nos festejos de Sant’Ana

Em particular na cidade de Iguatu/CE, está cheio de cidadão de bem no perfil “hipócrita cristão” que choram e rezam aos olhos de todos na festa da padroeira da cidade (Sant’Ana) que acontece de 16 a 26 de julho, que esse ano celebram 300 anos da chegada da imagem da santa a  Iguatu, lembrando que Nossa Senhora de Santana é avó de Jesus, Mãe de todas a mães, Maria e padroeira dos avós, nessa certeza toda, você “hipócrita cristão” em toda sua santidade e paz no momento de teatro, quando saí da santíssima festa volta ao estado de ódio e maldade - que feio!

O próprio Papa Francisco tem dito que a extrema direita passa longe do cristianismo e vai além quando afirma que foi ela quem matou Jesus.

Tenho minha FÉ, viva a Sant'Ana!

Lembra toda essa história religiosa é apenas para lhe alertar para o que representa esses 200 dias do governo Bolsonaro que tem retirado direitos básicos, até mais que Michel Temer (MDB) e sua ponte para o futuro que não saiu do lugar.

Nesses 200 dias foram alimentados o ódio de morte, facilitado o porte e uso de armas de fogo, nepotismo (sobrinho com cargo privilegiado na presidência, filho fritador de hambúrguer embaixador nos EUA, sem saber falar inglês), justiça mafiosa e celetista, representatividade ridicularizada no mundo inteiro, apoio as maiores e mais assassinas ditaduras Árabes e Norte Americana, permissão para desmatamento desenfreado da Amazônia brasileira que registrou só nos primeiros 15 dias de julho mais de mil quilômetros quadrados desmatados, cancelamento de contrato de 16 medicamentos básicos (incluindo seis remédios fundamentais para a vida de quem fez transplante de órgão), ataque feroz e bloqueio de investimento na educação pública e pesquisa cientifica desenvolvimentista do Brasil, a recente medida provisória que corta 40% do resgate do FGTS e a exclusão dos demitidos por justa causa de receberem os seus direitos e ainda tem a proposta de trabalho aos sábados e domingos, (pasmem) sem aumento de salário.

Você ainda acha que essas medidas citadas acima afetam você que é assalariado e paga em média 47,7% de imposto, segundo afirma Associação Nacional de Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), ou de quem não paga imposto em avião, carro de luxo, mansão e barco (iate)?

Tenho perguntado as pessoas em palestras, artigos e notícias “onde o iludido do mito, o perdido no mundo e o bodegueiro pobre com cabeça de rico acham que vão parar? ”, estou começando a achar que a pergunta deveria ser “Até quando você trabalhador e trabalhadora, fontes principais da engrenagem do desenvolvimento do Brasil vão aceitar passivamente todos esses ataques e roubos da sua dignidade humana, conquistadas com tanto sangue derramado? ”.

Já dizia um pensador alegre na festa da família num domingo qualquer, “sem o ócio você é um tolo que não vive a vida”.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2smodern